àrea de notificações àrea de notificações àrea de notificações àrea de notificações

Nenhum outro registro encontrado!
Email enviado com sucesso!
Falha ao enviar o email!
01/07/2012 12h56

Coronel Ramalho é vice de Cecília Ferramenta

Convenção do PT oficializa chapa com representante do PRB; integram ainda a coligação majoritária o PTdoB, PRTB, PPL, PCdoB e PTN

Chico Ferramenta, Cecília e o vice escolhido ontem, Alfredo Ramalho   (Fotos: Fernando Benedito)

 

IPATINGA - O Partido dos Trabalhadores anunciou na noite de ontem (30) o companheiro de chapa de Cecília Ferramenta na disputa das eleições de 7 de outubro. O ex-comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar de Ipatinga, coronel Alfredo Ramalho, do PRB, será o candidato a vice-prefeito. A decisão foi homologada na convenção do partido, realizada às 19:00h, no Colégio Arthur Bernardes, no bairro Canaã, na presença de militantes, apoiadores e candidatos a vereador.
O PT ainda se coligará majoritariamente com o PTdoB, PCdoB, PTN, PPL e PRTB. Já para a disputa de vereadores, o partido virá sozinho. Saem juntos para a eleição proporcional mais dois blocos: o PRB-PCdoB-PPL e PTN-PRTB-PTdoB. Ao todo, são cerca de 90 candidatos à Câmara Municipal.
Segundo a candidata petista – escolhida por meio de eleições internas do partido, as chamadas prévias -, o nome de Ramalho foi colocado para consulta dentre os partidos aliados e teve boa receptividade. “Diante disso, propusemos ao coronel Ramalho e ele aceitou o desafio de caminhar com a gente nesta campanha eleitoral”, resumiu Cecília Ferramenta.
Ramalho reforçou o que já havia dito quando anunciou o apoio ao PT: “Trata-se sem dúvida do melhor projeto para Ipatinga. Ser vice aumenta a nossa responsabilidade nesse processo e o PRB está aqui para multiplicar esforços”, sustentou Ramalho. O coronel disse ainda que está com “muita vontade de trabalhar”: “Todas as campanhas são difíceis. E com a nossa experiência profissional, com nossa vontade, vamos consolidar os votos da Cecília Ferramenta e buscar novos votos para tornar vitorioso esse projeto para a cidade”.

DISPUTA
A candidata petista enfrentará a deputada estadual Rosângela Reis, do PV, em articulação capitaneada pelo secretário de Estado Alexandre Silveira (PSD), envolvendo o PSD, o PP, o PR, o PDT, entre outros. Nardyello Rocha será vice. O quadro se assemelha à situação enfrentada por ela na eleição extemporânea de 2010, que culminou com a vitória de Robson Gomes, do PPS, então no mesmo partido de Silveira. Perguntada sobre a diferença entre os dois momentos, a ex-deputada estadual explicou: “a diferença agora é o povo. O povo está do nosso lado. Experimentou e viu que não deu certo”, disse, referindo à ampla frente que elegeu Robson.
Ela afirmou que está preparada para o debate e que sua candidatura, bem como a coligação que a sustenta, “vem sendo construída desde o ano passado, e não de uma hora para outra”. “Já estamos fazendo o debate com a população, as conversas, as plenárias. Construímos nossa candidatura solidamente”, avaliou. Ela também afirmou que não tem pesquisas de intenção de votos e nem se baseia nelas: “o que temos é o sentimento do povo”.

SILVEIRA “DESCANSOU”
O ex-prefeito Chico Ferramenta (PT) ironizou as declarações do presidente da Câmara Nardyello Rocha – obrigado a ceder a sua candidatura a prefeito para Rosângela Reis – de que conduziria sua campanha sozinho. “O ex-candidato do PSD disse várias vezes que sua candidatura não teria o comando do secretário (Alexandre Silveira), que ele estava cansado. Se ele estava cansado, ele então descansou”, disse Ferramenta.
Para ele, a população percebeu o retrocesso de Ipatinga desde que o partido deixou a Administração Municipal, em 2005. “A cidade está dividida em dois lados. O lado que teve a oportunidade de, em 2010, trabalhar pela população e não a respeitou. A campanha da deputada é representada por ele (Silveira). Os últimos acontecimentos deixaram a situação mais do que clara”.

VEREADORES
Todos os vereadores do PT são candidatos à reeleição – e estão empenhados na candidatura majoritária do partido. Dário Teixeira afirmou que a unidade está consolidada dentro da legenda. “As prévias ajudaram nessa consolidação”, complementou Agnaldo Bicalho – que disputou a indicação de candidato a prefeito contra Cecília. Para Bicalho, o importante agora é levar a comparação para as ruas: os 16 anos do PT e os últimos oitos anos, “governados pelo grupo que se une novamente para tentar continuar na Prefeitura”. “A população viu que não basta aglutinar partidos”, resumiu.


A convenção do PT reuniu militantes, candidatos e apoiadores de Cecília Ferramenta

 

“Não é questão de gênero, é questão de lado”, diz petista sobre disputa entre duas mulheres
Ipatinga
– A candidata petista Cecília Ferramenta confirmou que conversou com a deputada estadual Rosângela Reis (PV) sobre uma possível aliança para as eleições municipais de outubro. “Nos encontramos algumas vezes, quando tentamos mostrar à deputada a situação que Ipatinga enfrenta hoje, resultado do projeto político do qual ela fez parte em 2010. Mas ela preferiu continuar no lugar onde ela sempre esteve”, disse, referindo-se à nova aliança selada entre Rosângela e Alexandre Silveira. O PV foi uma das legendas arregimentadas por Silveira para apoiar o atual prefeito Robson Gomes. Para Cecília, não se trata simplesmente de duas mulheres disputando a Prefeitura de Ipatinga: “Não é questão de gênero, é de lado. E o povo de Ipatinga sabe de qual lado ela está”.

 

PCdoB CONTRIBUI PARA UNIDADE
IPATINGA
- A Comissão Executiva do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) também realizou ontem sua convenção para definir a coligação proporcional e o apoio à candidatura majoritária. O partido homologou a aliança com Cecília Ferramenta (PT) e, proporcionalmente, vai coligar com o PPL e PRB. O PCdoB apresentou uma chapa de 22 vereadores.
A secretária de Organização do partido, Natalia Littig, avaliou que a convenção de ontem foi histórica. “O PCdoB nunca realizou uma convenção municipal com tantos filiados. Além disso, nossa chapa de vereadores é a maior e a melhor já constituída pelo partido em Ipatinga”, disse.
O presidente do PCdoB, Zacarias Almeida, destacou o papel da sigla para a composição da chapa majoritária. “O PCdoB deu sua contribuição para construir a unidade desta vitoriosa frente popular, liderada por Cecília Ferramenta, ao indicar e reconhecer que o nome do coronel Alfredo Ramalho tem muito a agregar”, salientou.
Mais tarde, ao discursar durante a convenção do PT, Zacarias destacou que desde o primeiro momento em que se aliou ao PT, o PCdoB não postulou cargos, nem a candidatura a vice. “Somos aliados de primeira hora e estamos com Cecília desde as prévias do ano passado. Nosso apoio é pelo que Chico e Cecília Ferramenta representam historicamente para a cidade”, sublinhou Zacarias, lembrando que, na semana passada, Ramalho chegou a indicar o PCdoB para vice na chapa majoritária. “Nós, do PCdoB, entendemos por bem deixar que a decisão fosse tomada coletivamente, por todos os partidos que integram a frente, e o consenso foi pelo nome do coronel Alfredo Ramalho, concluiu.


O ex-prefeito discursou na convenção do PC do B: aliança de primeira hora

COMPARTILHAR:
leia Edição Digital
assine agora!
16_09_2014_00_02_38 16_09_2014_00_02_38

últimas

Subir
Descer
» Publicidade
Banner Cenibra
PUBLICIDADE

Shopping

topo SIGA Fique por dentro das últimas notícias

Redação

Interag

Av Juscelino Kubitschek, 1290Jardim Panorama Ipatinga-MG / CEP:35164-245 - diariopopular.redacao@gmail.com

Telefone: (31)3827-0369

Google Maps
© 2000-2014. Jornal de Verdade.